Translate

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Acusação, a principal arma do inimigo


Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Romanos 8:35


O pecado era(e é), fator gerador da separação entre Deus e o homem(Romanos 3:23), mas o sacrifício de Jesus nos reatou ao Pai, e através de Cristo, temos o acesso constante ao amor e ao perdão divino(1 João 2:1). Continuamos humanos e falhos mesmo após a vinda de Jesus Cristo e todos os seus ensinamentos. Somos resistentes em obedecer a Deus e a Sua Palavra, mesmo na simplicidade da Mesma.

Mas a verdade é que fatores externos não tem o poder de nos afastar de Cristo, afinal, é o que diz o versículo chave deste texto, porém, a maior arma do inimigo que nos circunda(1 Pedro 5:8), não é nenhuma das citadas. Tribulações, angustias, perseguições, dificuldades financeiras e as demais, são insuficientes para "derrubar"  um cristão convicto de sua posição em Cristo Jesus.

O maior perigo que circunda um cristão é seu próprio "eu". Meu ego, minha auto suficiência. Errar e pecar todo mundo, sem exceção faz.  Minha atitude diante do meu próprio erro é o que será crucial para minha saúde espiritual. 

A palavra Satanás, que identifica o inimigo dos cristãos, significa justamente "acusador", ou seja, a sua principal arma contra nossa vida é a acusação.

Não ache que seu líder ou pastor, ou discipulador esta isento das armas do inimigo, afinal títulos e ou cargos não servem de proteção contra o mesmo. A maior arma conta o maligno é o genuíno arrependimento(Atos 3:19).

Vemos muitos ministérios "falindo", sendo abandonados pelo caminho, homens antes cheios da presença do Espirito Santo, tomando caminhos tortuosos, e nos perguntamos abismados como pode ser isto? A resposta quase sempre(ou certamente sempre), estará em falta de arrependimento. 

Como já mencionei, errar e pecar, todos estamos sujeitos diariamente, mas o meu pecado é arma de Satanás contra minha vida e contra meu ministério. E não se assuste, o inimigo é realmente muito astuto, e ele certamente usara pessoas próximas a você para promover sua acusação.

Não permita ao inimigo esta vantagem sobre sua vida. "...sejam prudentes como as serpentes e simples como as pombas."(Mateus 10:16b). Lembre-se de que sua luta não é contra o seu irmão(pois a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. - Efésios 6:12), exerça em todo o tempo o Amor.

Arrependimento esta palavra é a arma contra o agir do "acusador" na sua vida e ministério, exerça o seu direito de ter um advogado, Jesus Cristo, o Justo. Ele certamente tomara sua causa e conseguira junto ao Pai o perdão necessário para sua libertação.

Com amor em Cristo Jesus.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Prosperidade versus amor

Atos dos Apóstolos: 14. 22. confirmando as almas dos discípulos, exortando-os a perseverarem na fé, dizendo que por muitas tribulações nos é necessário entrar no reino. 



Já há algum tempo não escrevia neste Blog. Mas graças a Deus em nenhum momento estive "desviado", dos seus caminhos. As vezes nos deixamos dominar pelo dia a dia, pelo corre corre, dedicamos mais tempo que o devido a coisas menores. Mas somos humanos e temos tendências a isto. Mas feliz estou de estar aqui de novo.

Em tempos de tanta falácia, discussões acaloradas, intrigas, e tantas outras coisas mais sobre o assunto prosperidade, resolvi eu deixar meu parecer pessoal. Sabemos, e é óbvio, que Deus como Pai pode nos abençoar em todas as áreas da nossa vida, inclusive financeira. Mas a bíblia deixa claro também que, este não é, e não pode ser o foco.

Quando nos focamos em um determinado alvo, corremos o risco e passar por cima de qualquer outro ponto, por mais importante que seja, para alcançarmos a tal. Filipenses: 3.14 , nos da a orientação correta de qual deve ser nosso principal alvo. Temos todos nossos objetivos de vida, nossos sonhos, nossos projetos, e por que não dizer nossos alvos, e como cristãos, o melhor caminho, e receita para se chegar a qualquer alvo ou objetivo de vida é sim a fé em nosso Criador.

Muito se discute sobre o homem esquecer o amor em detrimento dos objetivos pessoais (isto se falando principalmente em prosperidade), mas convêm ressaltar que são duas coisas distintas. Eu posso, e até mesmo devo ter meus projetos e alvos. Mas nisto duas coisas bíblicas deve-se ressaltar para que não se caía em erros:

  1. Amar a Deus sobre todas as coisas;
  2. e ao teu próximo como a ti mesmo;

Ambos confirmados sobre a forma de mandamento em Lucas 10.27.

Quer usar sua fé para ser próspero? Use-a, para mim isso é sim pessoal, vale até refletir um pouco em Mateus: 23.23. (Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fé; estas coisas, porém, devíeis fazer, sem omitir aquelas. ). Bem claro não?

Em resumo, na minha humilde opinião: buscar ser próspero em Deus é atitude de fé, que demanda esforço, estudo, trabalho, e fé que Deus fará por você (se for da vontade Dele), aquilo que você não pode fazer, porém, amor, servidão, compaixão, misericórdia, são mandamentos bíblicos, logo, obrigatórios a todos nós fiéis em Cristo Jesus.

Como de costume prefiro deixar o texto como forma aberta de reflexão, afinal não sou dono da verdade. A palavra de  Deus, está sim, é a verdade. Estude-a, compreenda-a, permita que o Senhor fale a sua vida através dela. Aí sim, deixaremos de dar ouvidos a tanta teoria e argumentações. Pois conheceremos do próprio Deus a sua vontade.

Com amor em Cristo Jesus.

Arquivo do blog

Postagens populares